Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2015
Crítica: "The Avengers: Age Of Ultron" ("Os Vingadores: A Era De Ultron"), de Joss Whedon


"I'vegot no strings
To old me down
To make me fret
Or make me frown
I had strings
But now I'm free"

Três anos depois de "Os Vingadores" (2012) se ter tornado no terceiro filme mais visto de sempre (atrás de "Avatar" e "Titanic", ambos de James Cameron), o realizador e argumentista de culto Joss Whedon (responsável por séries como "Firefly" ou "Buffy, A Caçadora De Vampiros") regressa aos comandos para a inevitável sequela: "Os Vingadores: A Era De Ultron" (título original: "The Avengers: Age Of Ultron") uma ótima fita de super-heróis, que consegue encontrar um equílibrio perfeito entre humor (Whedon é hilariante e ninguém escreve diálogos como ele), drama e ação. Assim, Whedon desenvolve uma narrativa eloquente e sofisticada assente em personagens interessantes (interpretadas por atores carismátic…
Destaque Da Semana (29/04/2015): "The Avengers: Age Of Ultron" ("Os Vingadores: A Era De Ultron"), de Joss Whedon


Também Em Estreia:



Estreia a 30/04/2015:



Crítica: "Capitão Falcão", de João Leitão


Está encontrado um dos filmes mais singulares e fascinantes de 2015: "Capitão Falcão" uma hilariante sátira à paranóia anti-comunista da ditadura fascista dos anos 60, centrada num super-herói ultra-patriota e na sua luta incansável contra os inimigos do Estado Novo e dos bons costumes!


De sequência cómica em sequência cómica, o cineasta João Leitão (que também assina o argumento, em conjunto com Nuria Leon Bernardo) cria com "Capitão Falcão" um objeto cinematográfico único, que consegue fazer rir (muito) com doses generosas de inteligência e imaginação (destaque para um momento absolutamente brilhante no qual Leitão "brinca" com a habitual perceção que o público tem do cinema nacional, transformando, por breves momentos "Capitão Falcão" num "Filme Português Clássico" com todos os clichés de lentidão e longos silêncios) repleto de sequências de "pancadaria", magnificamente cor…
Destaque Da Semana (23/04/2015-28/04/2015): "Ex Machina", de Alex Garland



Também Em Estreia:






Crítica: "The Water Diviner" ("A Promessa De Uma Vida"), de Russel Crowe



Nome emblemático do mundo da representação, Russel Crowe assinala a sua estreia enquanto realizador com este "A Promessa De Uma Vida" (título original: "The Water Diviner") um épico cinematográfico envolvente e tocante, de estilo classicista (a trazer à memória o cinema de David Lean e Peter Weir), no qual o ator (que também protagoniza a obra) compõe com notável delicadeza e engenho a história de um agricultor australiano, que viaja até à Turquia na esperança de encontrar os seus filhos desaparecidos na Batalha de Gallipoli. A fotografia (da autoria de Andrew Lesnie) é belíssima e as interpretações extraordinárias, mas o que fica na memória é precisamente a realização simples e apaixonante de Crowe (existem por aqui momentos de cinema verdadeiramente prodigiosos), que nos vai guiando por entre esta (grande) história de amor incondicional, de forma imaculada. Em suma, uma es…
Crítica: "Run All Night" ("Noite Em Fuga"), de Jaume Collet-Serra



Depois de "Sem Identidade" (2011) e "Non-Stop", o cineasta catalão Jaume Collet-Serra, volta a unir esforços com Liam Neeson, em "Noite Em Fuga" um thriller de ação com acentuados contornos dramáticos, centrado num mafioso envelhecido e depressivo (Liam Neeson) que tem uma única noite para se redimir perante o seu filho honesto (Joel Kinnaman). O que daí resulta é um filme electrizante e ultraviolento na linha do cinema de gangsters clássico de Hollywood (um par de cenas trazem "Heat" de Michael Mann à cabeça), ancorado por um elenco talentoso e um argumento bem-construído.


8/10 Miguel Anjos
Destaque Da Semana (16/04/2015-22/04/2015): "The Water Diviner" ("A Promessa De Uma Vida"), de Russel Crowe



Também Em Estreia:







Crítica: "Tracers" ("Tracers - Nos Limites"), de Daniel Benmayor


Cam (o canastrão Taylor Lautner) é um estafeta de bicicleta, perseguido por mafiosos em Nova Iorque. Um dia, durante uma entrega, conhece a bela e misteriosa Nikki (uma ótima Marie Avgeropoulos), uma jovem marginal que o seduz para o perigoso mundo do crime organizado. A partir daí, o cineasta espanhol Daniel Benmayor e a sua equipa de argumentistas (Leslie Bohem, Matt Johnson, Kevin Lund e T.J. Scott) desenvolvem um thriller de ação energético e empolgante, de ritmo frenético que entretém ao máximo e só peca mesmo pela escolha de um protagonista sem chama (o já referido Lautner).

8/10 Miguel Anjos
Destaque Da Semana (09/04/2015-15/04/2015): "Tracers" ("Tracers - Nos Limites"), de Daniel Benmayor

Também Em Estreia:




Crítica: "Furious 7" ("Velocidade Furiosa 7"), de James Wan



Em 2001, chegava às salas "The Fast & The Furious" (que por cá recebeu o título "Velocidade Furiosa"), um thriller de ação centrado no submundo das corridas ilegais, com um orçamento modesto e um elenco constituído por atores pouco conhecidos. 13 anos e cinco filmes de sucesso passados (tendo os últimos dois sido alvo de grande aclamação por parte da crítica), chega aos ecrãs "Furious 7" um delirante espetáculo cinematográfico, composto por sequências de ação de cortar o fôlego e linhas de diálogo imediatamente icónicas, que redefine por si só o conceito de "entretenimento".



Assim, o cineasta canadiano James Wan (aqui a substituir Justin Lin, que assinou os últimos quatro capítulos) leva a saga a um novo patamar, estabelecendo um universo onde o absurdo funciona (e funciona bem): desde carros a serem atirados de um avião de modo a aterrarem numa estrada no meio de …
Destaque Da Semana (02/04/2015-08/04/2015): "Furious 7" ("Velocidade Furiosa 7"), de James Wan

Também Em Estreia: