Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2015
Crítica: "À Prova de Fogo", de Jean-Baptiste Léonetti




Título Original: "Beyond the Reach"
Realização: Jean-Baptiste Léonetti Argumento: Stephen Susco Elenco: Michael DouglasJeremy Irvine Género: Thriller Duração: 91 minutos
Depois de assinar o drama "Carré blanc" (2011), no seu país de origem, o cineasta gaulês Jean-Baptiste Léonetti faz a sua estreia a filmar em inglês com este "À Prova de Fogo" (título original: "Beyond the Reach"), um thriller intenso e visceral (reminiscente do cinema de Sam Peckinpah), que narra a história de John Madec (o sempre fiável Michael Douglas, que também produz o filme), um arrogante empresário e exímio caçador que contrata Ben (a estrela em ascenção, Jeremy Irvine), um jovem guia que o conduzirá até ao deserto americano, em busca da sua "máxima glória". Porém, algo corre mal e o empresário acaba por matar um homem inocente e a partir desse momento, inicia-se um "jogo de gato e rato" assim…
Crítica: "Predestination" ("Predestinado"), de Michael Spierig e Peter Spierig



Realização:Michael Spierig e Peter Spierig
Argumento:Michael Spierig e Peter Spierig
Elenco: Ethan HawkeSarah SnookNoah Taylor
Género: Drama/Thriller/Ficção-Científica
Duração: 97 Minutos
Classificação Etária: M/14
Data De Estreia (Portugal): 30/07/2015
Facebook Oficial | Site Oficial | IMDB

É desde já um dos melhores filmes que chegaram às salas de cinema nacionais nos últimos tempos, "Predestinado" (título original: "Predestination"), um thriller de ficção-científica de enredo labiríntico, assinado pelos irmãos Michael e Peter Spierig ("Undead", "Daybreakers - O Último Vampiro"), que tem lugar na Nova Iorque de 1970, onde John (um desempenho extraordinário da revelação Sarah Snook, a nova "coqueluche" do cinema australiano) conta a história da sua vida a um barman (brilhantemente interpretado por Ethan Hawke). John nasceu Jane, uma órfã sobr…
Destaque Da Semana (30/07/2015-05/08/2015): "Predestination" ("Predestinado"), de Michael Spierig e Peter Spierig


Também Em Estreia:



Crítica: "Trainwreck" ("Descarrilada"), de Judd Apatow



Realização: Judd Apatow
Argumento: Amy Schumer
Elenco: Amy SchumerBill HaderBrie LarsonVanessa BayerJohn Cena
Género: Comédia
Duração: 125 Minutos
Classificação Etária: M/14
Data De Estreia (Portugal): 06/08/2015
Facebook Oficial | Site Oficial | IMDB


Depois de assinar duas das melhores comédias do século XXI: "Virgem aos 40 Anos" (2005) e "Um Azar do Caraças" (2007), o cineasta, argumentista e produtor Judd Apatow está de regresso com aquele que é talvez o seu melhor filme, até à data (o que tendo em conta o seu impressionante currículo é dizer bastante): "Descarrilada" (tradução infeliz do original "Trainwreck"), uma comédia romântica honesta, surpreendentemente "fofinha" e absolutamente hilariante, que acompanha Amy (brilhante Amy Schumer, que também escreve o argumento), uma Nova Iorquina que passou a infância a ouvir o pai (Colin Quinn) repetir que a monogam…
Crítica: "Strangerland" ("Em Terra Estranha"), de Kim Farrant



Realização: Kim Farrant Argumento:Michael KinironsFiona Seres Elenco: Nicole KidmanJoseph Fiennes, Hugo Weaving Género: Drama, Thriller Duração: 111 Minutos Classificação Etária: M/16 Data De Estreia (Portugal): 06/08/2015 Facebook Oficial | Site Oficial | IMDB
Veterana da produção televisiva australiana (tem a seu crédito a realização de três episódios da popular série "Rush", por exemplo), a cineasta Kim Farrant faz a sua estreia aos comandos de uma longa-metragem com este "Em Terra Estranha" (título original: "Strangerland"), um thriller psicológico profundamente intrigante, sobre o medo da incerteza, que examina o comportamento errático de duas pessoas confrontadas com uma situação que foge ao seu controlo. A história acompanha Catherine (uma interpretação notável de Nicole Kidman) e Matthew Parker (Joseph Fiennes), um casal cuja relação entra em crise quando descobrem que os…
Crítica: "Mr. Holmes", de Bill Condon



Realização: Bill Condon
Argumento: Jeffrey Hatcher
Elenco: Ian McKellenLaura LinneyMilo Parker
Género: Drama, Thriller
Duração: 104 Minutos
Classificação Etária: M/12
Data De Estreia (Portugal): 23/07/2015
Facebook Oficial | Site Oficial | IMDB

Existe um imenso património cinematográfico e televisivo construído em torno da personagem de Sherlock Holmes (lembremo-nos, por exemplo, de "A Vida Íntima de Sherlock Holmes", o filme dirigido por Billy Wilder em 1970, ou da série "Sherlock", protagonizada por Benedict Cumberbatch), o famosíssimo detetive criado pelo escritor inglês Arthur Conan Doyle. Porém, não haverá muitas derivações como aquela que é proposta neste filme assinado pelo norte-americano Bill Condon ("Deuses e Monstros", "Relatório Kinsey"), que imagina o famoso inquilino de Baker Street aos 93 anos e a viajar para a sua casa de campo para tratar das abelhas, ao mesmo tempo que é atormentado pe…
Crítica: "Amy", de Asif Kapadia



Título Original: "Amy"
Realização: Asif Kapadia
Género: Documentário
Duração: 128 Minutos

Ao longo dos seus últimos anos de vida, a cantora britânica Amy Winehouse (faleceu a 23 de Julho de 2011, por excesso de álcool) viu os seus problemas pessoais serem explorados de forma repugnante, por uma certa imprensa sensacionalista, que a perseguia dia e noite. Neste impressionante documentário, o cineasta Asif Kapadia (que já tinha assinado o magnífico "Senna", outro documentário póstumo muito bem sucedido) não evita a utilização dos variados materiais (fotografias, vídeos, etc.) que alimentaram esse jornalismo grosseiro, mas fá-lo através de uma fascinante desconstrução da personalidade da cantora e da forma como foi "vampirizada" pelos que a rodeiam. Kapadia compõe um tecido rico e emotivo com recurso aos vídeos pessoais do seu amigo e agente, filmes de família com Amy ainda criança e adolescente, bem como inúmeras imagens…
Crítica: "The Vatican Tapes" ("The Vatican Tapes: O Regresso do Mal"), de Mark Neveldine



Realização: Mark Neveldine
Argumento: Christopher BorrelliMichael C. MartinChris Morgan
Elenco: Olivia Taylor DudleyMichael PeñaDjimon Hounsou, Dougray Scott
Género: Terror
Duração: 91 Minutos
Classificação Etária: M/14
Data De Estreia (Portugal): 23/07/2015
Facebook Oficial | Site Oficial | IMDB

Em 2006, o duo de realizadores Neveldine/Taylor surpreenderam o mundo com a sua primeira obra, um thriller de ação frenético (com uma grande dose de humor negro) chamado "Crank - Veneno no Sangue" que punha o britânico Jason Statham na pele de um criminoso que para evitar morrer tem que estimular constantemente a produção de adrenalina, através de sexo, drogas, crimes e demais atividades, mais ou menos legais. O filme foi um êxito e até gerou uma sequela (que o crítico Alexander Larman do The Guardian acusou de ser "o mais ofensivo filme da história do cinema"). Mas …
Crítica: "Minions" ("Mínimos"), de Kyle Balda, Pierre Coffin



Realização: Kyle Balda, Pierre Coffin
Argumento: Brian Lynch
Elenco: Versão Original: Sandra BullockJon HammMichael Keaton; Versão Portuguesa: Soraia ChavesCésar MourãoHerman José
Género: Animação/Comédia
Duração: 91 minutos
Classificação Etária: M/6
Data De Estreia (Portugal): 23/07/2015
Facebook Oficial: Portugal, EUA | Site Oficial: Portugal, EUA | IMDB


Depois do sucesso dos filmes da saga "Gru - O Maldisposto" (2010 e 2013), chegou a vez dos Mínimos (as adoráveis criaturas amarelas de jardineiras de ganga), protagonizarem um filme só seu, neste caso uma prequela que nos explica a origem deste adoráveis seres. Tudo começa nos primórdios dos tempos, onde a partir de organismos unicelulares amarelos, os Mínimos se desenvolveram ao longo das eras, servindo sempre o mais maldisposto dos mestres (que vão desde de T-Rex até Napoleão, passando pelo Drácula). Sendo incapazes de os manter, os Mínimos e…
Crítica: "Paper Towns" ("Cidades De Papel"), de Jake Schreier




O escritor norte-americano John Green arrebatou a crítica, o público e os corações do mundo inteiro em 2014, quando "A Culpa É Das Estrelas" o seu livro mais famoso foi adaptado ao cinema. Ora, e depois de arrecadar mais de 307 milhões de dólares na bilheteira, o sucesso do filme fez avançar a carreira literária de Green e fez com que outras duas obras suas ("Paper Towns" e "Looking For Alasca") fossem adquiridas por grandes estúdios de Hollywood e transformadas em longas-metragens. Sendo que a primeira a chegar às salas de cinema é "Cidades De Papel", uma comédia dramática (com uma "aura" de mistério) divertida e enternecedora, repleta de referências inteligentes e bem colocadas à cultura pop (que vão desde "Game Of Thrones" até "Pokémon"), que narra a história de Quentin (interpretado por Nat Wolff), um estudante que vive apaixonado p…
Destaque Da Semana (23/07/2015-29/07/2015): "Paper Towns" ("Cidades De Papel"), de Jake Schreier


Também Em Estreia:



Crítica: "Pixels", de Chris Columbus




É já uma das boas surpresas do ano, "Pixels" de Chris Columbus (autor de títulos como "Sozinho Em Casa", "Papá Para Sempre" ou "Harry Potter E A Pedra Filosofal"), uma divertidíssima comédia de ação/aventura, que procura despertar um certo sentimento de nostalgia pelos jogos de vídeo clássicos do início dos anos 80, como Pac-Man, Frogger, Donkey Kong, Centipede, Galaga ou até Tetris. Na base de tudo está uma mensagem enviada para o espaço no tempo de Ronald Reagan, a qual foi mal interpretada e confundida por uma raça alienígena como uma declaração de guerra. Quando confrontado com essa ameaça o presidente dos EUA (Kevin James) percebe que a única forma de derrotar esta nova ameaça é reunir uma equipa de corajosos nerds (Adam Sandler e Josh Gad, ambos com mais piada do que é habitual, e Peter Dinklage, um secundário que "rouba" todas as cenas em que aparece), especializados em videojogos cl…
Crítica: "Love & Mercy" ("Love & Mercy - A Força De Um Génio"), de Bill Pohlad



Título Original: "Love & Mercy"
Realizador: Bill Pohlad
Argumento: Oren MovermanMichael A. Lerner
Elenco: John Cusack, Paul Dano, Elizabeth Banks, Paul Giamatti
Género: Biografia
Duração: 121 minutos

Bill Pohlad, célebre produtor norte-americano conhecido pelo seu trabalho em títulos como "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005), "O Lado Selvagem" (2007), "A Árvore da Vida" (2011) ou "12 Anos Escravo" (2013), assina a sua primeira longa-metragem enquanto cineasta em vinte e cinco anos (a sua primeira obra "Old Explorers", data de 1990) com este impressionante "Love & Mercy - A Força De Um Génio", um drama biográfico emotivo e verdadeiramente comovente, que traça um retrato íntimo de Brian Wilson (muito graças a uma extraordinária interpretação dual de Paul Dano e John Cusack, que dão vida ao músico em épocas…
Crítica: "5 to 7" ("Das 5 às 7"), de Victor Levin




"Das 5 às 7", a primeira longa metragem do argumentista Victor Levin (que escreveu episódios de séries como "Doido por Ti" ou "Mad Men") enquanto cineasta, é uma obra curiosa que merece a atenção do espetador (apesar do seu lançamento tímido). Trata-se de uma comédia romântica encantadora, cuja história gira em redor de Brian (Anton Yelchin), um jovem escritor talentoso que conhece a bela Arielle (Bérénice Marlohe) enquanto fuma um cigarro à porta do Hotel St. Regis em Manhattan. Ela é mais velha do que ele, casada, francesa e mãe de dois filhos. Mas nenhum deles consegue resistir ao outro, e, contra o bom senso, iniciam um caso que ocorre das 5 às 7 da tarde. Misturando dois sub-géneros manifestamente diferentes, a chamada "comédia Nova Iorquina" (muito comum no circuito americano do cinema independente) e a, muito europeia, "comédia de costumes (que assenta na criação de…
Crítica: "Good Kill" ("Morte Limpa"), de Andrew Niccol




Andrew Niccol, o argumentista do magnífico "The Truman Show - A Vida em Directo", regressa à ideia do controlo omnipotente com este "Morte Limpa" (título original: "Good Kill"), um thriller dramático (baseado em factos verídicos) intenso e angustiante, cuja narrativa gira em redor de um ex-piloto de caça (magnífico Ethan Hawke, o ator "fetiche" de Niccol) que voou um F-16, no Iraque e no Afeganistão, e que atualmente combate os Talibans por controle remoto, manobrando um drone durante 12 horas por dia, a partir de uma cabine com ar condicionado, a 7.000 milhas de distância, numa base perto de Las Vegas. A partir daí, Niccol (que também assina o argumento), desenvolve uma teia dramática provocadora, que explora de forma exímia a "nova esquizofrenia da guerra". Passado em 2010, durante a maior escalada de ataques áereos com drones, "Morte Limpa" é um retr…
Crítica: "Ant-Man" ("Homem-Formiga"), de Peyton Reed



Este "Homem-Formiga", que chegou, esta semana, às salas de cinema nacionais existe unicamente porque o "enorme" cineasta britânico Edgar Wright ("Shaun of the Dead", "Hot Fuzz", ou "The World's End"), teve interesse em pegar nas aventuras do super-herói e transformá-las num filme. Porém, depois de nove anos a trabalhar no projeto e já com um guião co-escrito por Joe Cornish ("Attack the Block"), Wright abandonou o projeto devido a "diferenças criativas" com a Marvel. Uns meses depois, foi anunciado que seria o norte-americano Peyton Reed ("Separados de Fresco") a substituí-lo, enquanto que o hilariante Adam McKay ("O Repórter: A Lenda de Ron Burgundy") iria reescrever o argumento. O resultado (contrariamente ao que esse desastroso regime de pré-produção parece indicar) é uma divertida comédia de super-heróis (na mesma lin…
Crítica: "Danny Collins" ("Danny Collins - Nunca É Tarde"), de Dan Fogelman




Inspirado na história verídica do cantor folk Steve Tilston, "Danny Collins - Nunca é Tarde", a primeira longa-metragem do argumentista norte-americano Dan Fogelman (que tem no currículo fitas como "Amor, Estúpido e Louco" ou "Last Vegas - Despedida de Arromba") enquanto cineasta, narra a história de um cantor (Al Pacino, um ator que jamais falha uma nota), com mais de 70 anos que ainda vive do sucesso dos seus êxitos passados. Quando o agente, Frank Grumman (excelente Christopher Plummer, num pequeno, mas divertido papel), lhe entrega uma carta que tinha sido escrita por John Lennon, para Collins, há mais de 40 anos, o músico decide mudar de vida, redescobrir a sua música e recuperar a família de quem se afastou ao longo dos anos. O elenco (onde para além de Pacino e Plummer, se encontram nomes como Annette Bening, Jennifer Garner ou Bobby Cannavale, todos em t…
Destaque Da Semana (16/07/2015-22/07/2015): "Love & Mercy" ("Love & Mercy - A Força De Um Génio"), de Bill Pohlad


Também Em Estreia:





Crítica: "Testament Of Youth" ("Testemunho De Juventude"), de James Kent



O que é faz de um filme uma "obra-prima"? É uma pergunta aparentemente simples, que acaba por se tornar deveras complexa quando começamos a meditar sobre ela, e por isso cingir-me-ei unicamente ao essencial, nenhum filme me tocou de forma tão profunda no último ano como este "Testemunho De Juventude" (a primeira longa-metragem do cineasta britânico James Kent), um drama romântico (baseado em factos verídicos) de partir o coração (acompanhado por uma aura de tragédia verdadeiramente devastadora), constituído por pequenos grandes momentos de cinema (o pai que chora a ida do filho para a guerra, o soldado alemão que chama pela sua amada enquanto morre, a chegada do armistício vista pelos olhos de quem perdeu tudo durante o conflito, etc), mais que um grande filme "Testemunho" é uma grande história de amor, um relato perturbador dos horrores quotidianos de uma guerra i…
Crítica: "Slow West" ("A Caminho Do Oeste"), de John Maclean




Chegou, finalmente, às salas de cinema nacionais um dos grandes filmes da edição de 2014 do Festival De Sundance: "A Caminho Do Oeste" (título original: "Slow West", a primeira longa-metragem do cineasta e argumentista escocês John Maclean (que, em 2011, deu nas vistas com a curta vencedora de um BAFTA Film Award, "Pitch Black Heist"). Um western (com uma pequena dose de humor negro) ousado, belo e tocante (a trazer à memória o cinema de Joel e Ethan Coen), que nos conta a história de Jay Cavendish (um excelente desempenho de Kodi Smit-McPhee), um jovem de 16 anos que viaja da Escócia para o Colorado em busca da mulher que ama (Caren Pistorius). Mas rápido descobre que o Oeste não tem qualquer piedade, menos ainda pelos inocentes. Maclean conta esta sua história sem pressas e com uma tensão crescente que nos leva até um terceiro ato, absolutamente brilhante. Mais que uma magní…