Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2018
Crítica: "O Mistério de Silver Lake"

Importa contrariar os discursos maniqueístas que insistem em opor a forma ao conteúdo. Porquê? Pois bem, porque a forma resume-se ao primeiro dos conteúdos. Isto é, a construção de uma narrativa, encontra mesmo as suas raízes vitais na visão do mundo que nela se integra. Contudo, apenas uns poucos autores têm esse dom, de nos conseguir fazer sentir que o modo como contam as suas histórias, já é intrinsecamente parte das mesmas, e o americano David Robert Mitchell é um deles. Afinal, será necessário recordar a maneira como convocou a ambiência melancólica e perturbante do cinema de terror americano dos anos 80 (encontrando em John Carpenter uma referência fundamental), para acompanhar as duras convulsões do crescimento em “Vai Seguir-te”?
Em “O Mistério de Silver Lake”, encontramo-lo a trabalhar certos modelos de surrealismo que tendemos a associar a autores como David Lynch ou Jim Hosking, para encenar as deambulações mais ou menos errática…
Destaque da Semana:
"O Mistério de Silver Lake"

Realização: David Robert Mitchell
Argumento: David Robert Mitchell
Elenco: Andrew Garfield, Riley Keough, Topher Grace
Crítica: "Ou Nadas ou Afundas"

Estávamos em 1997, quando as salas de cinema internacionais foram invadidas pelo britânico “The Full Monty” (“Ou Tudo ou Nada”), uma comédia com tons dramáticos sobre um sexteto de empregados da indústria metalúrgica de Sheffield, na Inglaterra, que decide organizar um show de striptease para as mulheres da região, depois de serem alvo de um inesperado despedimento coletivo. O filme tornou num invejável sucesso financeiro (totalizou 258 milhões de dólares, num orçamento de apenas 3) e conseguiu mesmo chegar aos Óscares. Porquê? Pois bem, porque ao abordar temáticas como a depressão, a falta de autoestima e a procura por um novo “sentido de vida”, com candura e humor, o mundo encontrou naquela simpática produção independente, um gentil espelho da sua vida quotidiana.
Importa começar por “The Full Monty” para chegar a “Ou Nadas ou Afundas”. Segunda longa-metragem do ator Gilles Lellouche enquanto realizador (a primeira nunca se estreou em solo port…
Destaque da Semana:
"Bumblebee"

Realização: Travis Knight
Argumento: Christina Hodson
Elenco: Hailee Seinfeld, John Cena, Jorge Lendeborg Jr. 
Destaque da Semana:
"Colette", de Wash Westmoreland

Realização: Wash Westmoreland
Argumento: Richard Glatzer, Wash Westmoreland
Elenco: Keira Knightley, Dominic West, Denise Gough
"Silvio e os Outros, de Paolo Sorrentino

Apenas os italianos conseguiram experienciar “Loro” como Paolo Sorrentino o idealizou. Isto é, dividido em dois volumes complementares, com uma duração conjunta de 204 minutos. Os restantes necessitarão de se a ver com este compacto de 145, pensado para facilitar a vida aos distribuidores internacionais, demasiado centrados em promover os blockbusters da consoada, para providenciar o acompanhamento necessário a tão fascinante empreendimento. No entanto, desenganem-se aqueles que pensam que as exigências do mercado arruinaram o trabalho do autor de “A Juventude” (2015), pelo contrário, “Silvio e os Outros” até acaba mesmo por se revelar como a derradeira confirmação do seu talento, proclamando-o definitivamente como um dos mais ilustres encenadores contemporâneos. Parece que mesmo quando são comprometidos, os seus filmes continuam a possuir um brilhantismo que nunca se dilui.
Posto isto, importa enquadrar corretamente este seu retorno ao mili…
Destaque da Semana:
"Silvio e os Outros", de Paolo Sorrentino

Realização: Paolo Sorrentino
Argumento: Paolo Sorrentino, Umberto Contarello
Elenco: Toni Servillo, Elena Sofia Ricci, Riccardo ScarmacioKasia Smutniak